9 de março de 2016

PT E PC DO B NO DUELO DOS QUE ESTÃO FADADOS AO FRACASSO EM ITABUNA

Augusto castro está no meio de uma guerra para decidir com quem concorrerá
As próximas eleições municipais em Itabuna, terão os ânimos exaltados entre petistas e comunistas, numa disputa majoritária, cuja perspectiva é resultar em empurro no passo que falta, para a queda no precipício eleitoral. Davidson Magalhães (PC do B) e Geraldo Simões (PT), são os nomes mais rejeitados no atual momento político itabunense. Nas pesquisas, o comunista está a um terço dos índices de aceitação do petista, que está a um terço do líder Augusto Castro (PSDB). E ambos juntos, não possuem metade das intensões de votos, que o povo sinaliza em benefício do tucano. Entretanto, Davidson e Geraldo se sustentam na tradição de que nunca se elege quem lidera pesquisas em Itabuna.  E que a máquina e os recursos governamentais poderão eleger até um "mala sem alça", para prefeito da maior cidade do sul da Bahia. Mas a briga promete ser acirrada. Antes de subirem ao ringue, para a luta final contra Castro, os "esquerdistas" devem recorrer, primeiro, à um confronto preliminar entre ambos e decidirem sobre quem será o sparring do outro, ou se os dois enfrentarão os gongos até o término da luta. Acredito, que juntos, ou concorrendo em separado, Davidson e Geraldo vão estar sendo personagem de um mesmo adágio: "Se ficar o tucano pega e se correr, o tucano come"!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.