15 de março de 2016

O BRASIL, DOMINGO, RENUNCIOU A DILMA. CABE AO CONGRESSO FORMALIZAR A RENÚNCIA!

Seis mil pessoas em Itabuna. foram ás ruas dizerem não a Dilma
O domingo passado foi histórico para a sociedade brasileira; uma demonstração inequívoca de maturidade democrática e cidadania. Como tantos brasileiros, fui protagonista de um espetáculo emocionante e bonito de se ver. Quase sete milhões de pessoas nas ruas com paz e harmonia é algo realmente extraordinário. Nem quando o País lutava pela redemocratização nos anos oitenta conseguiu reunir tanta gente! Sem violência, sem baderna, apenas externando seu livre direito de protestar contra a corrupção e os desmandos que, infelizmente, estão levando o País ao caos econômico. É uma vitória para nunca ser esquecida, principalmente pelos poderes que regem o destino da nação. A voz do povo tem que ser ouvida. A hora é essa, tem que mudar! Não foi um protesto de "arianos", coxinhas e ricos como insinuam os cegos petistas e comunistas, teimosos em defender o indefensável! Que insistem em negar que o governo acabou e com ele está levando o Brasil à bancarrota com uma inflação estratosférica. A classe média brasileira foi ordeiramente para as ruas dizer ‘não’ à mentira, à gatunagem do dinheiro público, aos políticos que não nos representam, infelizmente uma ampla maioria. Não aos partidos de coalização ao PT corresponsáveis pelo descontrole do "Titanic", e beneficiários de cargos importantes no executivo, inclusive a Petrobras, desde os tempos do senhor Lula. Nas ruas, o povo, com determinação e criatividade se manifestou contra as mais de duzentas mil empresas que fecharam e continuam fechando suas portas graças a uma política econômica desastrada e tantas outras que estão à beira da falência; contra os mais de cinco mil empregos perdidos a cada dia no Brasil; à quase paralisação da indústria, principalmente a automobilística que do ano passado para cá vendeu menos 49% de utilitários e mil concessionárias encerraram suas atividades colocando mais trabalhadores na rua da amargura. Milhões de brasileiros vestiram o verde e amarelo neste domingo e ganharam as avenidas para manifestar a sua infelicidade contra a perda de poder aquisitivo da população, principalmente o assalariado. Contra o sucateamento das escolas, a elevação do preço dos alimentos básicos e a falta de medicamento nos postos de saúde da rede pública. O povo civilizadamente foi para as ruas clamar por um basta na roubalheira contra o patrimônio público. Para dizer chega ao cinismo e a tanta falta de vergonha. A sociedade está pedindo que os corruptos paguem na cadeia o preço dos delitos cometidos e que a justiça continue austera, eficaz, agora representada honradamente pelo Juiz Federal Sérgio Moro. Só assim continuaremos matando a cobra e mostrando o pau até que um dia nos livremos de uma vez por todas da bicharada peçonhenta que hoje faz tanto mal ao Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.