21 de março de 2016

GOLPE: GOVERNO PETISTA QUER SUBSTITUIR DIRETOR DA PF

Novo Ministro já articula manobra para excluir quem se opõe ao PT
O governo planeja substituir o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, que está no cargo desde 2011. A missão do novo ministro da Justiça, Eugênio Aragão, é conseguir um nome viável no prazo de 30 dias. A relação de Daiello já estava desgastada com o governo, mas o Planalto perdeu a confiança nele depois que PF, autorizada pelo juiz Sérgio Moro, gravou uma conversa entre a ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente Dilma Rousseff. Agora, Aragão tenta achar no quadro de delegados habilitados para assumir o cargo alguém que possa aceitar o convite de substituir Daiello em meio ao desgaste político que a troca pode causar. Lula, setores do PT e do governo criticam o compartamento da PF nas investigações da Lava Jato, principalmente em relação aos vazamentos. As reclamações, inclusive, levaram a saída de José Eduardo Cardozo do Ministério da Justiça. Daiello assumiu o cargo na gestão de Cardozo. A expectativa do Planalto era que ele deixasse a função com a saída do ministro, o que não aconteceu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.