29 de fevereiro de 2016

O QUE IMPORTA É O QUE SOMOS E QUEM SOMOS

Se desmascare: Não permita que você seja seu maior problema!
Estamos vivendo uma época em que velocidade domina o ser humano. As pessoas da minha idade estão vendo com clareza o que de certo modo nunca tinham visto antes em muitas áreas e em todas as idades. O tempo corre e nos arrasta como a correnteza em dia de chuva. O século XXI está sendo marcado pela velocidade em tudo: no trânsito, com milhares de mortes e feridos todos os meses, no trabalho, pela sobrevivência condigna em um País superdesorganizado, com uma inflação galopante, nos relacionamentos, na comunicação, na alimentação e no estresse. Tenho imensa saudade do passado, dos tempos que jamais voltarão onde havia tranquilidade em tudo. Onde o espí­rito e o coração rememoram vezes sem conta os momentos vividos num passado de paz. Como é precioso o nosso tempo! E quanta gente os desperdiça. Ele corre lento como um rio caudaloso, silencioso e constante. No seu passar e repassar, vai apagando tristezas, desenganos, dores e sofrimento vividos, fazendo esquecer ingratidões, desprezo e indiferenças. E nossa marcha e contra marcha no tempo, os homens continuam buscando o caminho da felicidade. O tempo vai correndo e vemos com tristeza que o mundo está enlouquecido: Ódio entre as nações, assassinatos em demasia, desamor entre os povos, corrupção vergonhosa em polí­ticos, o uso de drogas de forma alarmante, etc. Sejam quais forem as alternativas da vida, meu caro leitor, vamos contemplar cada manhã de um novo dia que surge com o olhar mais ardente da fé. Quando olhamos para trás, nós cinquentões, como eu, para nossa mocidade, anos e anos apagadas pelo tempo, nosso passado cheio de recordações, relembramos com saudade os ensinamentos e mais do que eles, os exemplos trazidos de nossos pais e mestres, avós queridos, inesquecí­veis figuras que nos alertavam que para caminhar pela vida enquanto o tempo passa é preciso de calma, pois, como diz a Bí­blia, "tudo tem o seu tempo". Caminhar sempre foi o destino do homem. Que importa a idade! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.