21 de setembro de 2017

O TIRO PELA CULATRA DE CUMA E O TIRO NO PÉ DO PUPILO

O tiro no pé da candidatura de Sérgio, é tão certeiro, quanto o
tiro pela culatra de Cuma apoiar o PT odiado pelos "fernandistas"
A decisão do destrambelhado prefeito Fernando Gomes (Cuma), de apoiar o rejeitado PT nas próximas eleições para governador da Bahia, já está sendo considerada como "um tiro que saiu pela culatra", pois Itabuna não teve até agora, nenhum benefício em verbas e obras públicas do Estado. Embora haja suspeita, que este compadrio é que mantem engavetado no cooPTado Tribunal Regional Eleitoral/TRE, o processo de impugnação da candidatura e consequente perda de mandato do alcaíde. Isto significa que a prefeitura perde, mas o prefeito vence. Este fato deixa o prefeito satisfeito e o povo à beira de um "ataque de nervos”. A cidade sangra e crime campeia. O governo estagna e o desanimo aflora. E o povo come "o pão que Cuma está amassando"! Alguém, além da esmagadora maioria do povo itabunense, terá que sofrer as consequências dessa insana ópera-bufa. É aí onde a "jiripoca vai piar" e a "cobra vai fumar", no círculo pessoal do prefeito, pois seu filho Sérgio Gomes, encasquetou que se candidatará a uma vaga de deputado estadual. Neste contexto está a perspectiva do tiro sair pela culatra, pois o povo usará esta candidatura, para expressar suas insatisfações e decepções contra este quinto e inerte governo de Cuma. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.