3 de agosto de 2017

O ALCAIDE COMO O CÃO GOSTA

Quem ontem esculhambava o PT, hoje o bajula
O cão não quer quem aja com preocupação de cuidar bem dos filhos de Deus. Por exemplo, quanto mais um prefeito judia do povo da sua cidade, com fechamento de escolas, restaurante popular e programa de assistência para gestantes carentes, mais o cão se agrada do dito cujo. E se além disso o prefeito prioriza desperdiçar o dinheiro público, com realizações de carnaval e forrozada, aí sim é que o cão adora. Para o bicho rabudo e chifrudo, dos olhos avermelhados e cheiro de enxofre, a alegria está na tristeza da maioria dos governados e mazelas dos governantes. Portanto, há de se supor, que entre Deus e o diabo, o prefeito pretere o Caminho da Verdade e da Vida. E atua para o súbito enriquecimento de parentes e aderentes, em detrimento de mais sofrimento e empobrecimento do povo que está "comendo o pão que o diabo amassou". É óbvio que neste contexto, não há necessidade de dar nomes aos cães e cadelas, pois meus leitores sabem distinguir o que seja joio no meio do milho e "dar a César o que é de César"!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.