4 de junho de 2017

POLÍTICOS PRESSIONAM PLANALTO A MANTER ATUAL ESTRUTURA DA CEPLAC

Augusto Castro está atento e atuante na defesa da Ceplac
Lideranças políticas do Sul da Bahia se articulam para pressionar o Palácio do Planalto a manter a atual estrutura da Ceplac, principal centro de pesquisas e desenvolvimento da lavoura cacaueira no mundo. A mobilização foi iniciada ontem, depois que o Ministério da Agricultura determinou a criação de um grupo de trabalho para propor a reestruturação do órgão federal de acordo com o orçamento da pasta. Em setembro de 2016, a Ceplac foi rebaixada ao status de departamento subordinado ao ministério e perdeu autonomia. O temor é de que esteja em curso um processo para asfixiar o órgão de vez, justamente no momento em que a cadeia do cacau dá sinais de recuperação. Levantando a bandeira suprapartidária, Augusto acredita que uma mobilização abrirá espaço para um novo modelo de estruturação da instituição. “A Cpelac precisa de união política para voltar ao protagonismo do passado, de ser uma autarquia sólida. Protagonismo esse que já colocou o Brasil como 2° maior produtor de cacau no mundo”, lembrou. O deputado questionou a defasagem que a instituição tem vivido em seu quadro funcional, já que dos 1.722 funcionários que existem, sua maioria é de servidores que podem se aposentar a qualquer momento. “Não dá pra ficar assistindo o esvaziamento dessa instituição. A Ceplac precisa de novos pensamentos e isso se dará através de concurso público com a chegada de jovens servidores”, argumentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.