1 de junho de 2017

GREVE DOS VIGILANTES COMPLETA 1 SEMANA E PREJUDICA SERVIÇOS


A CUT horquestra greves sem medir consequências negativas
A greve dos vigilantes na Bahia completou sete dias ontem, (30), e os serviços bancários e de atendimento no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), seguem comprometidos na capital e Região Metropolitana. Na manhã de ontem, (30), os vigilantes realizaram protesto em vários pontos da cidade, a exemplo no Shopping da Bahia e na Superintendência de Trabalho e Emprego (SRTE-BA), localizado na Avenida Tancredo Neves, em Salvador. Na tarde de ontem, (30), foi realizada mais uma rodada de negociações entre a categoria e o patronato, ainda não houve acordo. De acordo com o Sindicato dos Bancários, bancos públicos como a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil continuam fechados em cumprimento à lei 7.102/83, que não permite que essas instituições funcionem sem segurança. Segundo a assessoria do (INSS), das 141 agências existentes na Bahia, cinco delas estão funcionado parcialmente, entre elas as do Comércio, Centro Histórico, Brotas e Lauro De Freitas. O serviço de perícia está suspenso. Os assegurados devem ligar para a central através do contato 135, para fazer o agendamento. O Museu de Artes Modernas da Bahia (MAN-BA), informou que as atividades estão suspensas desde anteontem, (29), devido a greve dos vigilantes. A administração está funcionando normalmente. A Tribuna ouviu a população, “essa greve vai prejudicar muita gente, por enquanto eu não estou sendo afetada”, falou a autônoma Rosita Silva Santos, 48 anos. Já o comerciante Antônio Bispo, 65 anos, “estou tendo dificuldades para pagar alguns boletos, por que nas casas lotéricas só aceitam o valor máximo de R$ 700 reais”, disse. Por Antônio Márcio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.