13 de junho de 2017

BAHIA REGISTRA QUEDA DE 27% NAS IMPORTAÇÕES EM MAIO


A Bahia está ruim na economia, com Rui como governador
As importações baianas em maio voltaram a registrar redução, dessa vez de 27% comparadas ao mesmo mês do ano anterior, atingindo US$ 474,2 milhões. No acumulado do ano, as compras externas do estado chegam a U$ 2,88 bilhões, 8,9% acima do mesmo período do ano passado. Em maio, como reflexo do baixo nível de atividade da economia, todas as categorias de uso registraram quedas principalmente combustíveis (-47%), bens de consumo duráveis (-57,2%) e bens de capital (-32,3%). A volta da queda nas compras neste último agregado em abril e maio, é o que mais preocupa, depois de onze meses de alta consecutiva. No ano, a categoria já registra queda de 11,2%, reflexo da falta de confiança na economia. O aumento das importações no acumulado até maio deve-se, a alta a reposição de intermediários pela indústria, ao câmbio mais favorável para as importações e principalmente a baixa base de comparação. Esse ano, o crescimento do quantum importado (6,7%) é inferior ao incremento do valor, resultado do aumento dos preços dos combustíveis e do crescimento nas compras de trigo, cacau, fertilizantes, nafta e óleo diesel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.