29 de maio de 2017

VEREADOR CHAMA LULA DE “CHEFE DE QUADRILHA” EM SESSÃO NA CÂMARA

Téo Sena disse o que quer dizer a maioria do povo brasileiro
O vereador Téo Sena fez um desabafo na tarde desta segunda-feira (29), depois de ser agredido verbalmente por manifestantes contrários à participação de Eduardo Bolsonaro (PSC) no debate Escola sem Partido, que aconteceu na Câmara Municipal nesta manhã. Téo criticou a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e disse que a esquerda “quer eleições diretas pra o chefe da quadrilha [Lula] voltar”. “Tenho estudado a Escola sem Partido para tentar entender o processo. Mas o que eu vi aqui nessa Casa foi a total falta de educação. Me pergunto: Onde estava esse povo da CUT nesses 11 anos, quando o Brasil chegou a recessão ou quando houve o Mensalão? Eles querem a volta do chefe da quadrilha, seu Lula. Cabe a esta Casa refletir o momento em que estamos vivendo”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.