9 de maio de 2017

TEMER PREVÊ UMA DÉCADA PARA UNIÃO CONSEGUIR EQUILIBRAR ARRECADAÇÃO E GASTOS

Temer está tendo que desativar as bombas deixadas por Dilma
O presidente Michel Temer afirmou nesta segunda-feira (8), em um evento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que não é possível zerar o déficit fiscal da União – que atualmente está no patamar de R$ 139 bilhões – em "um ou dois" anos. Na avaliação do peemedebista, as contas públicas federais ainda levarão cerca de uma década para atingir o equilíbrio entre arrecadação e despesas. "O Brasil é a nossa casa. Nós devemos nos incomodar [com o défict]. Porque o combate ao déficit público que faz com que tenhamos tranquilidade absoluta. Agora, registro, não se combate o déficit em um ou dois exercícios. É preciso muitos exercícios financeiros. O nosso desejo, o nosso anseio, a nossa busca, a nossa procura é, quem sabe, daqui a dez anos se possa fazer uma revisão em que só se gasta aquilo que se arrecada. Por isso, o prazo há de ser longo", declarou Temer ao discursar na cerimônia de abertura do 3º Encontro Nacional de Chefes de Agências do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na solenidade, que serve para "alinhamento e preparação para o Censo Agropecuário 2017, o presidente foi homenageado com a medalha Getúlio Vargas, concedida pelo IBGE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.