29 de maio de 2017

MANIFESTANTES SÃO PRESOS EM ATO CONTRA O FILHO DE BOLSONARO EM SALVADOR

Petista acabou preso por agredir o deputado Eduardo Bolsonaro
Dois jovens foram presos durante uma manifestação contra o filho de Jair Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), em frente à Câmara de Vereadores, no Centro Histórico de Salvador, na manhã desta segunda-feira, 29. Eles foram detidos após jogarem ovos em políticos, como no próprio Eduardo. Os manifestantes alegaram que a dupla tomou essa atitude após serem afrontados pelo deputado José Carlos Aleluia (DEM). A prisão dos jovens causou uma revolta no grupo, que alega está fazendo um ato pacífico. "A nossa manifestação é pacífica. Quero dizer à polícia para prender os errados. Tem que prender os ladrões que estão aí dentro", disse um dos manifestantes, referindo-se aos políticos presentes na audiência. O motivo do protesto seria a presença de Eduardo Bolsonaro, filho do também deputado federal Jair Bolsonaro, que cumpre agenda na capital baiana para defender o projeto Escola Sem Partido (ESP). Com cartazes, manifestantes se mostraram contra o projeto proposto pelos deputados. A audiência pública sobre o projeto teve início às 9h. Além de Eduardo Bolsonaro, o evento tem a participação dos professores Fernando Penna (Universidade Federal Fluminense) e Sandra Marinho (Universidade Federal da Bahia). Estes últimos, opositores ao ESP e defensores da pluralidade de ideias nas salas de aula. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.