27 de abril de 2017

TRÍPLEX ERA RESERVADO PARA LULA, DIZ EX-DIRETOR DA OAS


Delações de ex-comparsas complicam situação de Lula
O ex-diretor da OAS Paulo Gordilho disse na quarta-feira (26), em depoimento ao juiz Sérgio Moro, que “se sabia que tinha esse apartamento reservado para o ex-presidente Lula” até o final de 2013, em referência ao tríplex do Edifício Solaris, no Guarujá. A Lava Jato atribuiu a propriedade do imóvel ao petista, o que é negado pelo ex-presidente. “Até final de 2013, se sabia que tinha esse apartamento reservado para o ex-presidente Lula. Mas nós não fizemos nenhuma customização em nenhum prédio do Solaris até 2013. Essas customizações começaram a existir já em outra área da empresa, que eu perdi a área de obras, não cuidava mais da área de obras, começou a existir a partir de 2014”, declarou Gordilho. De acordo com o executivo, o imóvel “era tratado como um apartamento comum”. “Não tinha faz mais isso aqui ou aquilo ali naquele apartamento, não. Até 2013, ele foi tratado como um apartamento comum. Tanto que aparece uma foto de uma visita que foi feita por dr. Léo [Pinheiro] e o ex-presidente e outras pessoas, que eu não estava, isso em fevereiro, provavelmente, de 2014, onde se o senhor olhar o apartamento, o apartamento ainda está no concreto, ali. Está o prédio pronto, mas ele era entregue sem pavimentação”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.