10 de abril de 2017

TORCEDORES DO BOA LEVAM FAIXA DE APOIO, MAS BRUNO COMETE PÊNALTI E CEDE EMPATE

Bruno fez sua estreia pelo Boa Esporte no sábado
Na estreia do goleiro Bruno pelo Boa Esporte, os torcedores levaram uma faixa de apoio ao atleta, condenado a 22 anos e três meses pelo assassinato de Eliza Samúdio e ocultação de cadáver. A mensagem "somos todos Bruno", no entanto, não ajudou; o ex-goleiro do Flamengo causou o pênalti que deu o gol de empate ao Uberaba, no duelo que terminou em 1 a 1. O resultado foi pior do que o esperado pela equipe de Varginha, que luta para terminar o Módulo do Campeonato Mineiro entre os dois primeiros colocados para retornar à Série A do estadual. Apesar do fim do contrato com a Kanxa, empresa de material esportivo que rescindiu o contrato após a contratação de Bruno, o Boa ainda entrou em campo com o kit da fornecedora. No segundo tempo, perdendo por 1 a 0, Bruno cometeu o pênalti e recebeu o cartão amarelo. Na cobrança, sequer acertou o lado. Apesar dos protestos que precederam a estreia do jogador, que aguarda recurso em liberdade, Bruno foi ovacionado durante a partida. Após sete anos preso, ele voltou a campo por causa de um habeas corpus concedido por Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.