15 de abril de 2017

O MOTEL PÚBLICO DO BAIRRO SANTA INÊS

Este é o Posto Policial que se transformou num Motel no bairro Santa Inês
Enquanto a população do bairro Santa Inês sofre com a insegurança de Itabuna, um posto da Polícia Militar, localizado na nas imediações da sua praça principal, se transformou em um verdadeiro “ninho de amor” para a molecada da redondeza. Moradores da região relatam que, no período da noite, algumas pessoas utilizam o local – fechado há mais de seis meses – como motel. “Isso acontece quase todo dia. Aqui perto funcionam vários bares e muitos homens quando saem de lá, levam mulheres para dentro do posto policial. Eu mesmo já vi homens e mulheres entrando no posto e também indo para a parte de trás, que fica mais escondida. Agora, essa é a finalidade do posto. Já que, policial que é bom, não tem nenhum”, relatou um dono de um comércio que fica nas proximidades do posto policial abandonado, que não quis se identificar. Ainda de acordo com ele, moradores de rua se revezam e transformam o local em residência. “Vez ou outra pessoas ficam morando no local. Enquanto o posto policial está sendo utilizado para outros fins, os bandidos aproveitam a falta de policiamento para cometerem uma série de assaltos na região. “Os bandidos até utilizam o posto policial também. Eles roubavam e iam se esconder no posto. Só que agora, depois que os “novos moradores” limparam o local, fica mais difícil para”, contou outro morador, que também não quis se identificar. Ele também conta que já foi vítima dos criminosos. “Aconteceu por volta das 9h e eu já estava trabalhando. Dois homens passaram em uma moto e olharam para mim. Eles foram até o posto e viram que não tinha nenhum policial. Depois voltaram e anunciaram o assalto. Levaram meu celular e também o dinheiro que tinha apurado no dia”. Eu estive no local na manhã do sábado e também conversei com alguns moradores, comerciantes e transeuntes. Lá as histórias e angústias se repetiram. “Aqui não tem policiamento algum. Assaltos acontecem todos os dias. As pessoas saem para trabalhar e são assaltadas, não importa o horário. Aqui mesmo na praça já tivemos assaltos e até uma pessoa já foi esfaqueada. Já levaram carros de pessoas e também tem a questão das drogas. Outro dia mataram um aqui, pois ele estava devendo para um traficante”, afirmou um morador, que respeita a lei do silêncio, que impera em todo bairro Santa Inês, o único com um motel pintado com as cores e embremas da Polícia Militar da Bahia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.