21 de abril de 2017

NETO CRITICA WAGNER POR ENVOLVIMENTO NA LAVA-JATO

ACM Neto diz que Wagner não tem moral para está no governo
O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), criticou o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner(PT), pelo envolvimento na lava-jato. O gestor soteropolitano atacou diretamente o ex-governador e atual secretário estadual de Desenvolvimento Econômico para quem o inquérito atrapalha os planos futuros do democrata, que estuda a possibilidade de disputar o Palácio de Ondina em 2018. “Qual a moral que ele tem? Ele é acusado de corrupção. Eu não. Não tenho nada a ver com corrupção nem com a Lava Jato. Certo? O PT, sim, tem a ver com corrupção e com Lava Jato. Eles é que sabem tratar desse assunto”, afirmou. Neto se irritou ainda ao comentar a tese de alguns aliados do governo, como o deputado federal Jorge Solla (PT), de que ele perdeu o discurso de “ética” após ser citado em delações de executivos e ex-executivos da empreiteira. “Ele procurou saber de Rui Costa, do Jaques Wagner alguma coisa? Não. Não me meça pela régua deles. O PT é o partido mais corrupto do Brasil e não pode querer generalizar isso. Estou absolutamente tranquilo. Não sou acusado de corrupção. Não tenho nada a ver com Lava Jato e não me misturo, nem com Jorge Solla, nem com os partidários dele”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.