4 de abril de 2017

INFESTAÇÃO DE AEDES EM ITABUNA ESTÁ CRITICA

Secretária Lisias Miranda apela pelo apoio do povo
A Secretaria de Saúde de Itabuna está fazendo uma ação junto aos moradores dos bairros em pior situação para convencer cada um a combater os focos dentro da própria casa. Também está pedindo que participem de um mutirão de limpeza em toda a cidade, a fim de eliminar focos do transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya. O apelo foi feito pela secretária de Saúde, Lísias São Mateus, na sede do Conselho Municipal de Saúde. O trabalho foi iniciado pelos bairros Carlos Silva, que registrou um índice de infestação de 60%, 60 vezes maior que o aceitável pela OMS (1%), no Fonseca (40%) e Novo Fonseca (34%) e se estenderá aos outros 15 bairros que figuram na lista dos mais infestados. UM ROTINA - A proposta da Secretaria de Saúde é que a ação seja desenvolvida com a participação de toda a população. Lísias São Mateus afirma que o mutirão de limpeza é uma das prioridades de sua pasta por se tratar de uma questão de saúde pública. Ela explica que, além da conscientização sobre o perigo do mosquito, as famílias podem ajudar separando lixo e qualquer vasilha que possa acumular água parada, no quintal ou dentro de casa, mesmo sendo uma simples tampa de garrafa. O material deve ser colocado na porta para que a empresa responsável pela limpeza urbana faça a retirada, num trabalho rotineiro. “É preciso a participação de todos na luta para combater ao principal transmissor das arboviroses, que já causaram enorme dano à população”. O índice de infestação predial continua alto, em mais de 24%, segundo o último Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), realizado neste ano. A real situação foi divulgada em vídeo pelo coordenador de Endemias, Roberto Góes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.