15 de abril de 2017

DELAÇÕES DA ODEBRECHT INDICAM IRREGULARIDADES EM METADE DOS ESTÁDIOS DA COPA DO MUNDO


Impossível crer que tenha havido só uma obra sem propina
As delações premiadas feitas por executivos e ex-executivos da Odebrecht indicam irregularidades em pelo menos 6 dos 12 estádios usados na Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Um levantamento feito pelo G1 apontam que a Procuradoria Geral da República (PGR) pediu ao relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Luiz Fachin, que encaminhe as petições envolvendo os estádios para instâncias inferiores. As construções suspeitas são o Maracanã, no Rio de Janeiro, o Mané Garrincha, em Brasília, a Arena Pernambuco, em Recife, a Arena Castelão, em Fortaleza, e a Arena da Amazônia, em Manaus. Além disso, um inquérito envolvendo a Arena Corinthians, em São Paulo, permanece em sigilo no STF. No caso dos cinco primeiros estádios, cabe a instâncias inferiores da Justiça decidir se eles serão alvo de um pedido de abertura de inquérito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.