11 de março de 2017

EMBASA PODERÁ SER VENDIDA POR R$ 6,1 BI

O PT no governo muda discurso e quer vender Embasa
O governo do Estado nega com veemência qualquer intenção de privatizar a Embasa, mas a possibilidade da empresa entrar no processo de concessões foi avaliada e consta inclusive do "Saneamento Básico no Brasil - Uma Revolução se Aproxima?", que foi divulgado esta semana para investidores nacionais e estrangeiros pelo banco BTG Pactual, segundo informa o jornal Valor Econômico. O estudo afirma que a venda da Embasa poderia render de R$ 3,8 bilhões a R$ 6,1 bilhões, a depender dos cenários. Para chegar ao possível valor de venda, os analistas descontaram os compromissos da empresa, incluindo despesas com pensões, provisões e pagamentos em atrasos e não apenas a dívida financeira. Seis estados já contam com edital aberto pelo BNDES para contratação de consultorias para definir se os ativos serão vendidos (privatização total) ou se haverá concessão ou subconcessão ou ainda parcerias público-privadas (PPPs). O governo do Estado afirma que se inscreveu no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI)  manifestando interesse em financiamentos que seriam realizados através do BNDES para implantação de projetos na área de saneamento, mas jamais pensou em privatizar a Embasa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.