26 de março de 2017

ALELUIA DEFENDE AMPLIAÇÃO DA TERCEIRIZAÇÃO


Para Aleluia, a Justiça do Trabalho e o MPT não entendem nada do Brasil
Fiel escudeiro de Michel Temer (PMDB), o presidente do Democratas (DEM) na Bahia, deputado federal José Carlos Aleluia, saiu em defesa do projeto de autoria do Executivo que amplia a terceirização de todas as atividades profissionais nas empresas, incluindo as atividades-fim. O Planalto tem sido bombardeado pela oposição desde a aprovação da matéria na Câmara dos Deputados, na quarta-feira/22. Em entrevista, Aleluia voltou a criticar o Ministério Público do Trabalho (MPT). “Eu defendi, votei e defendo. Votei a favor dos 13 milhões de desempregados que o PT deixou no Brasil. O Brasil está voltando a crescer, a inflação está abaixo de 5%. Quem faz oposição está no seu direito. A Justiça do Trabalho e o Ministério Público do Trabalho não entendem nada do Brasil, nada do mundo. Recebem salários em dia, salários dignos, mas não estão reconhecendo que a economia está parando”, disparou o líder democrata. Também ontem, o presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Estado de São Paulo (TRT-2), Wilson Fernandes, disse que “haverá uma grande precarização do trabalho” no País. “Se a empresa terceiriza um trabalho, ela dispensa dez trabalhadores e contrata [por meio de uma empresa terceirizada] outros dez para fazer o trabalho daqueles. Por que ela faz isto? Porque vai sair mais barato para ela. Se vai sair mais barato para ela, de onde sai a diminuição de custo? Do salário do trabalhador, obviamente”, analisa Wilson Fernandes. Ele acrescenta que a empresa prestadora de serviços, que vai fornecer essa mão de obra terceirizada, “será constituída para ter lucro”. “E de onde sai o lucro dela? Do salário do trabalhador indiscutivelmente”. Segundo Fernandes, historicamente os empregados terceirizados sempre ganharam menos que os empregados contratados regularmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.