28 de fevereiro de 2017

POSTOS DO "FIQUE SABENDO" REGISTRAM 36 CASOS DE HIV NO CARNAVAL DE SALVADOR

Entre os casos de HIV no Carnaval, o mais jovem tem 17 anos
Um rapaz de 17 anos foi diagnosticado com o vírus HIV nos postos de testagem rápida Fique Sabendo, instalados nos circuitos do Carnaval de Salvador. De acordo com o secretário de Saúde, José Alves, 1326 pessoas fizeram o teste anti-HIV e associados a doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Do total, foram 36 casos confirmados de HIV e 161 casos de sífilis. Nos primeiros dias de atendimento do posto, que começou a funcionar no sábado (25), a maior procura era de homens. Mas desde essa segunda, o número entre homens e mulheres foram equiparados. As pessoas que confirmadas com HIV receberem ajuda de psicólogo na propria unidade, e já foi encaminhada para tratamento com coquete. Também passaram por uma entrevista, para que as pessoas que tiveram contato sexual com ela nos últimos tempos sejam instruídas a fazerem o teste de HIV. O secretário diz que é necessário reforçar as campanhas e ações preventivas, pois o "jovem perdeu o medo de ter aids". "Quem mais usa camisinha, tem mais de 29 anos. Temos que estimular o jovem a se prevenir e fazer com que a camisinha não saia de moda", diz José Alves. Mas ele afirma que o número de casos positivos não cresceu de 2016 para 2017 e que a porcentagem estava dentro do esperado. Alves também destacou a importância do teste rápido para sífilis, por ser uma doença facilmente curável, com injeção de penicilina benzatina. "O tratamento é barato e simples. A sífilis é epidêmica por falta de cuidado", alerta. Por por Estela Marques/Cláudia Cardozo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.