7 de janeiro de 2017

RELIGIÃO NUNCA TEVE BOA CONVIVÊNCIA COM COMUNISMO


Cristão de Verdade, não se aliam aos lacaios do satanás

Poderia neste artigo falar dos pronunciamentos já feitos pela Igreja Católica acerca do comunismo, mas desejo ir um pouco mais adiante de acordo com a experiência narrada por amigos meus. Tive a oportunidade de me aproximar de um cubano recentemente e com ele travar um demorado papo. Em Cuba ele disse que a Igreja sempre teve dificuldade pois tudo é controlado pelo governo. A pobreza é grande e antigamente recebiam muita ajuda que chegava via Vaticano. Contudo, diante de uma declaração feita pelo Papa acerca de injustiças, o governo vetou a possibilidade dos auxílios ali chegarem. Poucos sabem, mas a Santa Sé sempre empreendeu esforços no diálogo com países socialistas, inclusive permeando ações assistenciais e isso já livrou muita gente da morte. Ainda narrando as experiências, falou que uma vez tentou-se realizar uma missa em local público e a Polícia não permitiu, chegando a destratar os jovens que estavam reunidos para esse intento. Então o padre pediu permissão para se fazer um “Teatro” e só foi dessa forma que conseguiram rezar. “A Igreja aqui tem que ser muita criativa, pois nosso sistema é declaradamente contrário à religião”, afirmou. Meu amigo cubano disse que seu celular não estava acessando a internet. Pela sua conversa, pensei ser um problema de hardware. Ao irmos à uma loja, a atendente disse que ele havia simplesmente esquecido de habilitar o acesso aos dados móveis e por isso não estava conseguindo. Depois de algumas risadas fui pesquisar sobre o acesso da internet em Cuba e descobri tantas coisas! Redes sociais como o Facebook foram liberadas há pouco. Então passei a entender algumas situações e fiquei com mais conhecimento sobre o atraso vivido por todo aquele povo. Perseguição, morte e controle são algumas das palavras que mostram a realidade sofrida pela Igreja nessa realidade supracitada. Lembro que o marxismo sempre foi enaltecido por alguns professores e alunos secundaristas e universitários. É interessante perceber que Marx propôs e desenvolveu seu pensamento em um sistema capitalista. Agora, países de ideologia marxista impedem que qualquer mentalidade contrária cresça, e se isso estiverem surgindo, a violência é a arma de combate. Parece-me como uma nova religião. E só os que vivem essa realidade sabem o quanto nociva ela é!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.