14 de janeiro de 2017

O RECOMEÇAR EM 5 METAS

O fim só existe para quem não percebe o recomeço
Estamos num tempo de estimulo à definição de metas. Mudar de emprego, praticar atividade física, melhorar a alimentação e poupar dinheiro são alguns dos itens recorrentes. A expectativa do novo desperta a sensação de recomeço. As pessoas aproveitam a energia do início de ano novo para mudar, elaborando uma lista. O ideal é criar um bom planejamento, pautado na história da própria vida, considerando objetivos que estejam relacionados diretamente com cinco áreas prioritárias: familiar, pessoal, carreira, financeira e relações sociais. A questão familiar está associada às pessoas de laços sanguíneos e também àqueles realmente próximos, considerados alicerces. Também é importante trabalhar o “eu”, seja no âmbito espiritual, pessoal, no cuidado com a saúde, bem-estar e lazer, sendo a terceira área prioritária dedicada à vida profissional e à carreira, como mantenedora da história profissional de cada um. Uma área relevante é a parte financeira para garantir um bom planejamento das despesas com a definição de objetivos relacionados diretamente à saúde do bolso e, por fim, metas que englobem as relações sociais, os colegas de trabalho, os vizinhos e as pessoas do cotidiano. Se as metas forem trabalhadas dentro dessas cinco áreas, a chance é grande de se ter um 2017 bem sucedido. Para obter resultados satisfatórios, envolva as pessoas que torcem por você e que, de alguma maneira, podem cobrar os resultados e acompanhar o cumprimento de suas metas. Colocar o planejamento visível na parede, na porta do armário ou na geladeira também é uma alternativa para se obrigar a cumprir o planejamento dentro do prazo. Quando existe alguém para ajudar, o entusiasmo e motivação são maiores e crescem com cada resultado, sendo importante saber transformá-los para focar no objetivo final. O que fazer quando a meta não é cumprida? Nem tudo está perdido. Se não conseguir seguir o planejamento, deve-se refazê-lo e rever o prazo para conseguir alcançar metas, sendo que uma alternativa é desmembrar grandes objetivos em propostas menores. O importante é não desistir. Entraves antigos devem ser tratados sob uma nova perspectiva para garantir bem-estar e o sucesso. Quem se dispõe a mudar, precisa saber que transformações implicam em abrir mão de algo, tornando as compensações desses vazios importantes, pois o objetivo maior é ser feliz. Algumas pessoas têm mais facilidade de cumprir metas que outras e é possível observar uma geração que não possui muito foco no planejamento e, sim, em viver o momento. Planejar o futuro não quer dizer que não se deve viver o hoje, mas, sim, pensar o que e como pode ser melhor no dia seguinte. Para cumprir o planejamento e atingir metas, determinação, persistência, foco e disciplina serão fundamentais. Todos devem ficar atentos às oportunidades, porque, muitas vezes, estão mais próximas do que se consegue perceber. Metas, planejamento, trabalho, entusiasmo e perseverança são pontos fundamentais para se alcançar objetivos. Cada novo ano gera sempre novas perspectivas de recomeços saudáveis e promissores. A escolha é sempre nossa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.