30 de dezembro de 2016

BAHIA TEM PIOR CRISE NO NORDESTE E PERDE 7,5 MIL EMPREGOS EM NOVEMBRO


Os baianos são os que mais tem sofrido com o desemprego
A Bahia teve um saldo negativo de 7.547 postos de trabalho com carteira assinada em novembro deste ano. Tal resultado expressa a diferença entre o total de 44.007 admissões e 51.554 desligamentos. O estado teve o pior desempenho no Nordeste, seguido por Pernambuco (-3.232 postos) e Maranhão (-1.748 postos). No acumulado do ano, a Bahia apresentou um saldo negativo de 50.912 postos de trabalho, levando-se em conta a série ajustada. Este resultado fez com que o estado ocupasse a 24ª posição no país e a nona no Nordeste no que diz respeito à geração de empregos com carteira assinada. A Bahia foi seguida por Pernambuco (-34.077 postos) e Ceará (-30.932 postos). NÚMEROS DO PAÍS - O Brasil teve 116.747 postos formais de trabalho fechados no último mês de novembro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira (29). O saldo negativo é melhor que o de novembro de 2015, quando 130.629 postos foram fechados. O resultado em novembro de 2016 é decorrente de 1.103.767 admissões contra 1.220.514 demissões. No acumulado de 2016 foram fechados 858.333 postos de trabalho, uma perda de 2,16% das vagas. Já nos últimos 12 meses, o número de empregos formais passou de 40,3 milhões para 38,8 milhões, uma perda de 3,65%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.