14 de março de 2016

JORNAL ALEMÃO COMPARA POLÍTICA BRASILEIRA COM SÉRIE POLICIAL

Lula deixou de ser assunto de política para ser assunto de polícia
O jornal alemão "Die Zeit" fez uma comparação entre a cena atual da política brasileira e a série "House of Cards". "Por estes dias, é difícil entender por que ainda há pessoas que se interessam por House of Cards. Elas não acompanham as notícias da política brasileira?", escreveu o correspondente do jornal no Rio de Janeiro, Thomas Fischermann. Para o jornalista, as atuais intrigas entre os políticos brasileiros superam as feitas por Frank Underwood, na série norte-americana. "Há um promotor que quer meter na cadeia um ex-presidente, cuja metade de sua equipe já está atrás das grades. Um presidente parlamentar que teria colocado milhões em propinas em contas na Suíça, mas que, mesmo assim, continua no cargo e, com acusações de corrupção, quer afastar outros políticos do poder. E há protestos nas ruas, nos quais pessoas pedem o retorno da ditadura militar. Elas dizem: num sistema político falido como esse, qual a diferença?", diz trecho da reportagem. De acordo com a publicação, a oposição tentar derrubar a presidente Dilma Rousseff desde a eleição no ano passado. A ideia é tentar incriminar a presidente no escândalo de corrupção da Petrobras, só que nada foi comprovado até agora. O jornal também comentou o recente pedido de prisão contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a confusão feita pelos promotores entre os filósofos Hegel e Engels. O texto do pedido de prisão feito pelo Ministério Público de São Paulo citou Marx e Hegel, quando o correto seria Marx e Engels.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.