24 de fevereiro de 2016

CNMP MANTÉM PROMOTOR NO COMANDO DE INVESTIGAÇÕES SOBRE LULA

Mantido promotor que investiga Lula e o tríplex no Guarujá
Por unanimidade, o CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) decidiu manter nesta terça-feira (23) a condução da investigação sobre possível ocultação de patrimônio por parte do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso de um tríplex no Guarujá (SP) com o promotor Cássio Conserino. O conselho discutiu uma liminar (decisão provisória) do conselheiro Valter Shuenquener, que, na semana passada, suspendeu os depoimentos do ex-presidente e de sua mulher, Marisa Letícia, e paralisou as investigações até uma definição do plenário, conforme informou a Folha de S. Paulo. Os dois foram intimados a depor sobre a situação do tríplex no condomínio Solaris, em Guarujá (SP), e suspeitas de irregularidades na transferência para a empreiteira OAS de obras inacabadas da Bancoop. O tríplex está em nome da OAS e Lula justifica que tinha uma cota da cooperativa Bancoop, que pertencia ao Sindicato dos Bancários, mas que desistiu de comprar imóvel. Esse seria o primeiro depoimento de Lula na condição de investigado. O caso chegou ao CNMP depois de uma reclamação do deputado Paulo Teixeira (PT-SP) sobre irregularidades na condução do processo, argumentando que Conserino não teria legitimidade para conduzir o inquérito porque não houve livre distribuição e que o caso deveria na 1ª. Promotoria de Justiça, sendo que Conserino atua na 2a. Promotoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.