CÂMARA DE VEREADORES

17 de novembro de 2013

“ESTAMOS JUNTOS”, DIZ LULA A CONDENADOS DO MENSALÃO



O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva telefonou nesta sexta-feira, 15, para o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e para o ex-presidente do PT José Genoino logo após saber da expedição dos mandados de prisão contra os dois ex-dirigentes do partido, ambos condenados no processo do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal. "Estamos juntos", disse Lula aos antigos companheiros. Apesar de manifestar solidariedade aos petistas que tiveram ordem de prisão decretada, a estratégia acertada entre Lula e a presidente Dilma Rousseff para não prolongar o desgaste é a lei do silêncio sobre os desdobramentos do mensalão e a condenação e prisão dos ex-dirigentes petistas. "Nós temos um acordo de não falar sobre esse assunto", admitiu neste feriado o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. Nos bastidores, Dilma e Lula avaliam que, como não há chances de reversão da sentença que condenou os petistas, o desfecho mais favorável para o governo foi mesmo a execução imediata das penas. Motivo: Dilma é candidata ao segundo mandato e tudo o que o PT não queria era a prisão dos condenados em 2014, um ano eleitoral. Depois de prometer "desmontar a farsa do mensalão", Lula agiu internamente para enterrar o assunto e virar a página da crise que atingiu o primeiro mandato de seu governo. No ano passado, a cúpula do PT e a CUT chegaram a planejar um desagravo público aos réus e até mesmo um manifesto com críticas contundentes ao Supremo Tribunal Federal, mas Lula e o governo desautorizaram a iniciativa. Venceu o argumento de que era melhor não amplificar o desgaste. O máximo que o comando do PT fez foi aprovar um documento considerando o julgamento injusto e nitidamente político, termos repetidos em nota assinada pelo presidente do partido, deputado estadual Rui Falcão. A falta de uma defesa contundente por parte da cúpula petista, em nome do pragmatismo eleitoral, contrariou não apenas Dirceu e Genoino, mas também o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o deputado João Paulo Cunha (SP), ex-presidente da Câmara.

3 comentários:

  1. DEGRADAÇÃO TOTAL EM Vitória da Conquista, COM ESGOTO JORRANDO A CÉU ABERTO
    Quem hoje passou pelo centro de Vitória da Conquista, mais precisamente Avenida Lauro de Freitas, presenciou cenas nada condizentes com o tratamento que a terceira maior cidade da Bahia, deveria receber. Na porta do sanitário público, lixeira quebrada, lixo esparramado no chão e sujeira no sanitário com imagens capazes de causar repugnância em hiena. Pouco adiante um painel gigantesco, numa área privilegiada, que cobre parcialmente a visão de motoristas. O outdoor está vencido há muito tempo e não foi retirado.

    http://www.conquistanews.com.br/lauro-de-freitas-a-avenida-com-sinais-de-degradacao/

    O PT ADMINISTRA O MUNICÍPIO A QUASE 2 DÉCADAS, COM A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, GOVERNO DO ESTADO E A Embasa NAS MÃOS, AINDA ASSIM A CIDADE TÁ UM CAOS.
    AGORA ME RESPONDAM UMA COISA:
    "SERÁ MESMO QUE AINDA VALE A PENA VOTAR NO PT?

    ResponderExcluir
  2. DANILO REBOUÇAS18 novembro, 2013

    ELE ESTÁ DANDO UMA BANANA PARA O POVO BRASILEIROS E AINDA TEM BABACAS QUE VOTAM NELE.

    ResponderExcluir
  3. Paulo do Pontalzinho18 novembro, 2013

    Você conhece o decálogo de Lenin? Se não, ele foi escrito por Lenin em 1913.
    e apresentava ações táticas para a tomada do Poder.
    Qualquer semelhança com os dias de hoje, não é mera coincidência, pois todo esquerdopata a tem como livro de cabeceira para balizar todos os seus passos. O mandamento número 6 responde exatamente a sua pergunta.
    1.. Corrompa a juventude e dê-lhe liberdade sexual;
    2.. Infiltre e depois controle todos os veículos de comunicação de massa;
    3.. Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a discussões sobre assuntos sociais;
    4.. Destrua a confiança do povo em seus líderes;
    5.. Fale sempre sobre Democracia e em Estado de Direito, mas, tão logo haja oportunidade, assuma o Poder sem nenhum escrúpulo;
    6.. Colabore para o esbanjamento do dinheiro público; coloque em descrédito a imagem do País, especialmente no exterior e provoque o pânico e o desassossego na população por meio da inflação;
    7.. Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrias vitais do País;
    8.. Promova distúrbios e contribua para que as autoridades constituídas não as coíbam;
    9.. Contribua para a derrocada dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes. Nossos parlamentares infiltrados nos partidos democráticos devem acusar os não-comunistas, obrigando-os, sem pena de expô-los ao ridículo, a votar somente no que for de interesse da causa socialista;
    10.. Procure catalogar todos aqueles que possuam armas de fogo, para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, tornando impossível qualquer resistência à causa...

    ResponderExcluir

Comente no blog do Val Cabral.