4 de agosto de 2017

'NADA DE ERÓTICO', ALEGA DEPUTADO QUE PEDIU PARA MULHER MOSTRAR A BUNDA

A safadeza que abunda no Congresso faz o povo se sentir com cara de bundão!
O deputado federal Wladimir Costa (SD-PA) alegou que sua troca de mensagens durante a sessão da Câmara que votou pelo arquivamento da denúncia contra o presidente Michel Temer não teve "nada de erótico". O fotógrafo Lula Marques o flagrou durante a votação enviando uma mensagem para uma mulher por meio do celular para pedir um "nude".  "Mostra a tua bunda mostra afinal não são suas profissões que a destacam como mulher e sua bunda. Vai lá põe aí garota", escreveu. Em entrevista ao jornal O Globo, ele admitiu a autoria do texto, mas alegou que não havia nada "sentimental" ou "erótico" e alegou que as mensagens tinham relação com a sua tatuagem feita no ombro com o nome do presidente Michel Temer. Uma pessoa que conheço insistia para eu mostrar a tatuagem, na Câmara, no Senado. Isso é loucura, eu não posso mostrar. Aí citei Fátima Bernardes, Sônia Abrão, que não precisam mostrar a bunda. No contexto, não há nada sentimental, erótico. Foi uma resposta à questão da tatuagem. Não acho que as mensagens foram impróprias", justificou Wladimir, um dos principais aliados de Temer na Câmara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.