25 de junho de 2017

PRESIDENTE DA ELETROBRAS DIZ QUE 40% DOS GERENTES SÃO 'VAGABUNDOS' E 'SAFADOS'

É difícil crer que haja gente ética, honesta e séria no governo
O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior, se referiu a gerentes da estatal como "vagabundos" e "safados" durante a apresentação de um plano de reestruturação da companhia que vai resultar no corte de quase metade de seu quadro de funcionários. Segundo informações do G1, a declaração gerou mal-estar entre sindicatos de trabalhadores, que decretaram uma greve de 24 horas nesta quinta-feira (22). "São 40% da Eletrobras. 40% de cara que é inútil, não serve para nada, ganhando uma gratificação, um telefone, uma vaga de garagem, uma secretária. Vocês me perdoem. A sociedade não pode pagar por vagabundo, em particular, no serviço público", disse Ferreira. Em nota, a Eletrobras afirmou que o presidente pediu desculpas aos colaboradores da empresa por meio de um vídeo divulgado internamente. A estatal também argumentou que o áudio foi tirado de contexto. O texto alega que a declaração aconteceu em um momento em que os sindicatos ameaçaram entrar na justiça contra as privatizações e se mostraram contrários ao plano de desligamento voluntário. "O presidente elencou diversas situações inaceitáveis dentro de uma empresa do porte da Eletrobras, como falta de comprometimento de alguns gerentes, descaso com as metas da companhia e, até mesmo, fraudes envolvendo o sistema de catracas, que registram o ponto. Por isso, com o intuito de alertar aos sindicatos para que eles também se manifestem contra esse tipo de comportamento indevido, o presidente usou de maior veemência", relata a nota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente no blog do Val Cabral.